PM reformado é morto em São Gonçalo

Um policial militar reformado foi assassinado, na tarde deste sábado, em São Gonçalo. Segundo as primeiras informações, o sargento Renato Fagundes de Almeida, de 47 anos, reagiu a um assalto perto de uma padaria no bairro Monjolos. O sargento, que teve sua última lotação no 12°BPM (Niterói), é o 134° PM morto em 2017.

O militar chegou a ser levado para o Hospital estadual Alberto Torres, em São Gonçalo, mas não resistiu.

Nesta sexta, outro sargento reformado também foi vítima de bandidos. Gilmar Alves Pessoa morreu após ter sido atingido por tiros em um bar no bairro Vila Rosali, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense. O policial militar chegou a ser encaminhado para o Posto de Assistência Médica (PAM), mas não resistiu aos ferimentos.

O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF). Outra pessoa também ficou ferida nesta situação e foi hospitalizada.

 

Fonte: Extra

Anúncios

Dois bombeiros ficam feridos ao apagar incêndio no Estácio

Fogo atingiu um casarão na Rua Maia de Lacerda na noite desta sexta-feira

 

Um soldado e um sargento do Corpo de Bombeiros ficaram feridos no combate às chamas de um incêndio, no Estácio, Centro do Rio, na noite desta sexta-feira. De acordo com a corporação, o incêndio foi provocado por um botijão de gás que explodiu. Os militares feridos foram levados para o Hospital Souza Aguiar.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para a Rua Maia de Lacerda, altura da Rua Quintino do Vale, por volta das 19h. Durante o combate às chamas, uma parte do teto desabou e atingiu os bombeiros.

Incêndio atinge casarão no EstácioReprodução / Alert RJ News

Fonte: O Dia

Polícia Federal apreende 660 quilos de cocaína no Rio em apenas dois dias

Nesta sexta, policiais apreenderam aproximadamente 380 quilos escondidos em um barco de pesca na Baía de Guanabara

 

Em apenas dois dias, agentes da Polícia Federal (PF) apreenderam 660 quilos de cocaína no Rio. Durante uma operação, nesta sexta-feira, além da prisão em flagrante de três homens, os policiais apreenderam aproximadamente 380 quilos de cocaína, que estavam escondidos em um barco de pesca na Baía de Guanabara.

Droga foi achada em barco na Baía de GuanabaraDivulgação

A abordagem ao barco foi feita pela Capitania dos Portos, que acionou agentes do Núcleo de Polícia Marítima (Nepom) da PF. Naquele momento, a Capitania fazia fiscalização de embarcações na Baía de Guanabara.

Um dos ocupantes do barco informou aos agentes que havia uma arma a bordo. Os agentes verificaram que o revólver calibre 38 era ilegal e estava com a numeração raspada.

Cão farejador ajudou a descobrir droga

Depois disso, a embarcação foi levada para o cais do Núcleo de Polícia Marítima, onde, após uma revista, que contou com apoio de policiais da Delegacia de Repressão a Entorpecentes da PF (DRE) e com o auxílio do cão farejador Black, os policiais descobriram a droga dentro da caixa d’água no interior da embarcação.

Encaminhados à Superintendência de Polícia Federal, no centro do Rio, os três presos, que disseram ser pescadores, foram indiciados por tráfico de drogasDivulgação

Encaminhados à Superintendência de Polícia Federal, no centro do Rio, os três presos, que disseram ser pescadores, foram indiciados por tráfico de drogas. Para lá, ainda foram levadas a droga e a arma apreendidas.

Um dos homens, indiciado também por porte de arma com numeração adulterada, foi transferido após procedimentos de praxe, para o sistema prisional, para onde foram levados os outros dois presos.

Em outra operação feita na quinta-feira, os agentes apreenderam 280 quilos de cocaína na Alfândega do Porto do Rio de Janeiro. De acordo com a PF, as investigações continuam.

 

Fonte: O Dia

Suspeito de assassinar homem por dívida de R$ 5 é preso no Sul Fluminense

Ele chegou a se passar por testemunha do crime, mas a farsa foi descoberta após investigação da Polícia Civil

 

Um suspeito de assassinar um homem foi preso na última sexta-feira por policiais da 101ª DP (Pinheiral), em Volta Redonda, no Sul do Rio. De acordo com informações da Polícia Civil, o crime teria sido motivado por uma dívida de R$ 5.

Kitão foi encontrado no bairro Cruzeiro II, onde foi preso temporariamenteReprodução

Luiz Alberto Aparecido da Costa, conhecido como Kitão, de 34 anos, é acusado de ter praticado homicídio contra Nilson Silvino Porto, de 31 anos, no mesmo bairro, no último dia 18.

Segundo as investigações, na noite do crime, Kitão se apresentou como testemunha, alegando que viu uma pessoa dar uma rasteira na vítima e fugir, e que a vítima teria caído de cabeça no chão. Em uma tentativa de enganar os policiais, o criminoso alegou ainda que fez respiração boca a boca na vítima, mas não conseguiu salvá-lo.

No entanto, a Polícia Civil desmontou a farsa criada por Kitão e descobriu que ele matou Nilson na rua por conta de uma dívida de cinco reais. Ele bateu várias vezes com uma barra de ferro na cabeça do devedor e, com a vítima desacordada no chão e agonizando, sufocou-a com as mãos.

O suspeito foi encontrado no bairro Cruzeiro II, onde foi preso temporariamente e levado para a delegacia de Pinheiral.

 

Fonte: O Dia

UPP recupera quatro cargas roubadas  

Policiais do Lins e Camarista Méier chegaram a trocar tiros nas ocorrências e um homem foi baleado

 

Quatro cargas roubadas foram recuperadas nesta sexta-feira, por policiais da UPP Lins e Camarista Méier. A primeira apreensão foi por volta das 8h30, após os militares serem informados sobre o roubo de um veículo de refrigerantes, que teria sido levado para o Morro do Encontro. Os agentes foram até o local, houve confronto e os criminosos fugiram.

Carga de bebidas foi recuperada por policiais das UPPs Camarista MéierDivulgação

Às 11h, um veículo que transportava bebidas tentou furar o bloqueio policial da UPP Camarista Méier, na Rua Barão de Santo Ângelo. Também houve confronto e um homem foi baleado. Além da carga, policiais apreenderam uma balança de precisão e drogas.

No início da tarde, mais duas cargas foram recuperadas no Morro do Amor pela UPP Lins. Um caminhão com papéis higiênicos e fraldas e uma carga de móveis estavam escondidos em um terreno. Neste mês, as UPPs do Complexo do Lins contabilizaram 15 cargas recuperadas.

 

Fonte: O Dia

Praia de Copacabana terá 1.900 policiais no réveillon

RI - Rio de Janeiro (RJ) - 29/12/2017 - O major Ivan Blaz, porta-voz da Policia Militar no Rio de Janeiro, fala sobre o esquema de seguranca do Reveillon de Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro, nas proximidades do palco da festa. Foto Marcos de Paula / Agencia O Globo
RI – Rio de Janeiro (RJ) – 29/12/2017 – O major Ivan Blaz, porta-voz da Policia Militar no Rio de Janeiro, fala sobre o esquema de seguranca do Reveillon de Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro, nas proximidades do palco da festa. Foto Marcos de Paula / Agencia O Globo Foto: MARCOS DE PAULA / Agência O Globo

Com a previsão de receber um público de três milhões de pessoas para assistir a queima de fogos e o show da virada, o réveillon de Copacabana terá um efetivo de 1.900 policiais militares, número semelhante ao de 31 de dezembro de 2016 quando a Polícia Militar mobilizou 1.910. A informação foi divulgada na tarde desta sexta-feira pelo coronel Lúcio Flávio Baracho, chefe do Estado-Maior da corporação, corrigindo números apresentados de manhã pelo porta-voz da PM, major Ivan Blaz. Mais cedo a PM chegou a divulgar que o efetivo empregado na virada este ano seria 5% menor que no ano anterior.

Segundo o coronel Baracho, além de 1.822 PMs deslocados para Copacabana, haverá reforço no policiamento ostensivo com equipes da Corregedoria, da Inteligência, do Comando da Capital e do Estado Maior.

—Estamos empregando um sistema que nunca foi empregado antes, inclusive com a presença do chefe do Estado-Maior. Estamos fazendo um grande cerco no bairro, com 64 viaturas — afirmou Baracho.

O chefe do Estado-Maior revelou que mesmo com a redução ao longo do ano do efetivo da PM no estado, a presença de um número suficiente de policiais militares na orla está mantido nos patamares da virada em 2016.

— Teremos 67 viaturas, com 540 policiais fazendo a operação na Rocinha. Esse efetivo complementar foi para suprir não só a perda de efetivo, mas essa grande operação aqui (na Favela da Rocinha — afirmou o coronel.

Em todo o estado, a PM revelou que terá 12.700 policiais e contará com 1.393 veículos para garantir a segurança da festa. A Polícia Militar vai atuar a partir de 8h de domingo, dia 31.12, até o primeiro dia do ano, com atenção especial para a orla do Rio, Niterói, Região dos Lagos e Costa Verde. Segundo a corporação, houve um aumento de 19,6% do efetivo, em comparação com o ano passado, quando foram empregados 10.694 policiais. A PM revelou que existe uma preocupação com a Favela da Rocinha. O Estado-Maior da PM, responsável pelo plano, montou uma força-tarefa com a participação de efetivos e equipamentos de todos os batalhões da Região Metropolitana e do Interior, como também de unidades do Comando de Policiamento Especializado (CPE) e do Comando de Operações Especiais (COE).

 

Fonte: Extra

Criminoso furta 11 celulares em bar na Lapa, no Rio, e acaba preso

Celulares roubados foram recuperados por agentes da 5ª DP (Lapa) Foto: Divulgação

Terminou em ação policial a noite da última sexta-feira no Leviano Bar, na Lapa. A casa que oferece shows na região central do Rio foi alvo de um criminoso silencioso durante a madrugada. Um jovem de 26 anos, identificado como Leandro, furtou 11 celulares de diversos clientes do estabelecimento. Assustado com o elevado número de reclamações sobre os “sumiços” de aparelhos de telefone, o gerente do local acionou a polícia. Por volta das 3h, agentes da 5ª DP (Centro) reconheceram o suspeito. Os celulares foram recuperados, e o ladrão acabou preso.

 

Fonte: Extra