Pais denunciam invasões e ameaças à escola municipal na Zona Oeste do Rio

Mensagem foi deixada em quadros de pelo menos três salas de aula
Mensagem foi deixada em quadros de pelo menos três salas de aula Foto: Divulgação

Pais e responsáveis de alunos da Escola Municipal Churchill, em Magalhães Bastos, Zona Oeste do Rio, se reuniram, no final da tarde desta terça-feira, para protestar contra invasões e ameaças anônimas que estariam ocorrendo na instituição, provocando pânico e deixando estudantes sem aulas.

Escola foi invadida três vezes em menos de um mês
Escola foi invadida três vezes em menos de um mês Foto: Divulgação

Pelo segundo dia consecutivo, o grupo seguiu da porta do colégio – situado na Rua Maximiano Machado, nº 1 – até a Estrada General Canrobert Pereira da Costa, em uma manifestação acompanhada pela Polícia Militar, com o intuito de chamar a atenção da prefeitura sobre o caso. O protesto teve início às 17h e durou cerca de uma hora. Segundo a Polícia Militar, agentes do 14º BPM (Bangu) acompanharam os atos, ontem e hoje.

De acordo com a mãe de dois alunos da Churchill, Juliane Duffes, a ação criminosa ocorreu pela terceira vez – em menos de um mês – na madrugada da última segunda-feira; todas elas com a escola fechada.

– São atos de vandalismo. Não sabemos quem fez e por quê. Nossos filhos estão com medo de ir às aulas e os professores também; uma professora deixou de ir trabalhar por isso. Já quebraram janela, viraram cadeiras, destruíram várias coisas, escreveram ameaças nos quadros e, dessa vez, abriram garrafas de álcool e espalharam pelo chão da escola – conta Juliane, que trabalha como copeira.

Além de destruir materiais, criminosos teriam despejado álcool pelo chão das salas
Além de destruir materiais, criminosos teriam despejado álcool pelo chão das salas Foto: Divulgação

A mensagem deixada nos quadros de pelo menos três das salas de aulas afetadas diz “Falei que não ia fazer nada” e é acompanhada por um símbolo, conforme registro divulgado durante as manifestações. O movimento, combinado em um grupo no WhatsApp, é realizado próximo à Vila Militar.

Juliane explicou ainda que houve uma reunião convocada pela diretoria da escola para notificar sobre a situação e pedir aos pais que tentem buscar os filhos na escola pessoalmente, evitando o acesso de pessoas estranhas.

– A escola é fora de comunidade. Ficamos assustados porque achamos que as invasões não são para roubar nada, já que nada foi levado. Quem está por trás disso quer causar o terror – declara Juliane, salientando que a o caso já foi comunicado à polícia.

Cadeiras foram reviradas durante invasões
Cadeiras foram reviradas durante invasões Foto: Divulgação

Procurada pelo EXTRA, no entanto, a diretora afirmou que foi orientada por superiores a não prestar esclarecimentos sobre o assunto.

Segundo a Polícia Militar, que enviou uma nota, a direção da escola fez o registro diretamente na 33ª DP (Realengo).

“Policiais militares do 14º BPM (Bangu) foram acionados na noite de segunda-feira (07/08) para a interdição de uma rua por populares que alegavam que a Escola Municipal Churchill, em Realengo, não funcionara na data de ontem. Em contato com a diretora da escola, os policiais foram informados que na noite de sexta-feira (04/08) entraram na escola e

reviraram salas de aula. O registro foi feito pela direção na 33ª DP. Ao abrir a escola hoje (08/08), constatou-se que outras salas estavam reviradas e que, por isso, a escola não funcionara. Segundo a direção, o invasor teria entrado por alguma das janelas que não

fecham. A diretora também afirmou que nada foi levado”, diz o comunicado da PM.

O invasor teria entrado por uma das janelas que não fecham
O invasor teria entrado por uma das janelas que não fecham Foto: Divulgação

A Secretaria Municipal de Educação (SME), também procurada no decorrer desta matéria, ainda não se pronunciou sobre o caso.

Fachada da E.M. Churchill, em Magalhães Bastos
Fachada da E.M. Churchill, em Magalhães Bastos Foto: Reprodução / Facebook
Fonte: Extra
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s