Ministro Moreira Franco diz que política de segurança do RJ tem que ser ‘profunda e radical’

Segundo ele, medidas têm que levar em consideração a complexidade da segurança no estado. Ministro participou do anúncio do alargamento de trecho da BR-101 e da abertura do Mergulhão de Niterói.


Moreira Franco participa de anúncio de alargamento da pista da BR-101 (Foto: Fernanda Rouvenat / G1)Moreira Franco participa de anúncio de alargamento da pista da BR-101 (Foto: Fernanda Rouvenat / G1)

Moreira Franco participa de anúncio de alargamento da pista da BR-101 (Foto: Fernanda Rouvenat / G1)

 

O ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência da República, Moreira Franco, afirmou, na manhã deste sábado (19), que a política de segurança adotada no Rio tem que ser “profunda e radical” e também afirmou que vê com “muita confiança” o esforço que o governo federal e o governo do Rio têm feito, referindo-se a atuação das tropas federais no estado.

Para Moreira Franco, devido à complexidade da questão da segurança no estado, as ações da tropas não podem ser apenas pontuais, mas sim com políticas de médio, logo e curto prazo. “Ela tem que ser fruto de uma política de curto, médio e longo prazo. Nós precisamos criar para o estado do Rio de Janeiro uma proposta de política de segurança que mude profunda, radical é extensamente as condições e no campo de segurança”, disse o ministro ao participar do anúncio do alargamento da pista da BR-101, entre Manilha e Niterói, na Região Metropolitana do Rio, nesta manhã.

Ainda segundo ele, é fundamental a atuação das forças de segurança não só na rua, mas através da mobilização dos órgãos de inteligência. “O governo do estado, seja da Polícia Militar, da Polícia Civil, do Governo Federal, para que todos juntos com a participação das Forças Armadas, da Polícia Rodoviária, mas sobretudo na fiscalização direta, na intervenção cotidiana da polícia militar e civil do Rio de Janeiro nós possamos dar continuidade a essa retomada da segurança na nossa cidade”, garantiu Moreira Franco.

Sobre a afirmação do comandante do Exército de que só haveria dinheiro para manter as tropas federais no estado até setembro, o ministro disse que “não faltará o apoio necessário” e que a operação durará o tempo que for preciso.

“Eu tenho a convicção, a certeza, que não faltará o apoio necessário do governo Temer para que a operação no Rio de Janeiro se dê exatamente como nós precisamos aqui. O presidente Temer tem a noção da gravidade do problema da segurança pública que afeta a todos. a orientação dada é que essa política não seja uma política de um ano, mas uma política de dois, três, cinco anos, o tempo necessário pra que nós possamos viver com segurança. Vai ter o apoio necessário”, completou Moreira Franco.

Fonte: G1

Guarda municipal é preso pela morte de PM na Baixada Fluminense

Agentes prenderam guarda municipal na manhã desta sexta-feira Foto: Divulgação/Polícia Civil

Desavenças familiares. Esse, de acordo com a Polícia Civil, teria sido o motivo do assassinato do policial militar Vaine Luiz dos Santos Ferreira, de 33 anos. O crime aconteceu no dia 12 deste mês, no bairro Olinda, em Nilópolis, na Baixada Fluminense. O homem apontado como o autor do homicídio foi preso na manhã desta sexta-feira. Identificado como Marcelo de Moura Maciel, de 35 anos, ele é guarda municipal do Rio.

Os agentes da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), responsável pelas investigações, localizaram Marcelo na sede da Corregedoria da Guarda Municipal da Capital. Contra o acusado, foi cumprido um mandado de prisão expedido pela 1º Vara criminal da Comarca de Nilópolis, pelo crime de homicídio.

Marcelo era o principal suspeito do assassinado do PM, que era seu cunhado. O soldado lotado na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Caju morreu em sua própria casa, na Rua Benedito Meireles, localizada no Morro da Mina, após levar sete tiros nas costas.

À época, a polícia informou que Marcelo residia no mesmo quintal que a vítima. Ambos brigavam pela propriedade de um terreno. O soldado varria o quintal, acompanhado do filho, no momento em que foi baleado. O guarda municipal é padrinho da criança. Após o crime, ele fugiu do local. Vaine estava há quatro anos na Polícia Militar.

 

Fonte: Extra

Cinco suspeitos são presos ao comercializar carga roubada de medicamentos na Zona Norte

Parte do material apreendido pelos policiais
Parte do material apreendido pelos policiais Foto: Divulgação

 

Cinco homens foram presos em flagrante no momento em que negociavam a venda de uma carga de medicamentos roubada. A captura dos suspeitos foi realizada no bairro de Vista Alegre, na Zona Norte do Rio, por agentes da 6ª DP (Cidade Nova), nesta sexta-feira. O bando foi preso pelos crimes de associação criminosa e receptação qualificada.

De acordo com a Polícia Civil, a carga roubada — além de medicamentos, também havia produtos farmacêuticos — estava armazenada em dois veículos. Além disso, também foi apreendida a quantia em espécie de R$ 24.700, que seria utilizada por Lauro Claudino da Silva, dono de uma farmácia, para comprar o material.

A carga foi levada para o local por outros quatro homens. Eles foram identificados como Luiz Alberto de Araújo, Diego Bernardino Bento, Rodrigo dos Santos Costas e Evandro Oliveira Silva.

 

Fonte: Extra

Homem é preso por espancar e tentar estuprar idosa de 72 anos na Baixada

Polícia apreendeu roupas que teriam sido usadas pelo suspeito no dia do crime
Polícia apreendeu roupas que teriam sido usadas pelo suspeito no dia do crime Foto: Divulgação / Polícia Civil

Policiais da 58ª DP (Nova Iguaçu) prenderam, nesta sexta-feira, Tiago Felga de Souza, de 20 anos. O homem é acusado de espancar uma idosa de 72 anos, no último dia 12. O crime teria ocorrido na casa da vítima, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, após o suspeito tentar estuprá-la. A mulher está internada no Hospital da Posse, também em Nova Iguaçu, com várias lesões, inclusive com fratura de mandíbula.

Tiago teve prisão cautelar temporária de 30 dias decretada. Na casa do investigado, os agentes apreenderam as supostas roupas utilizadas no dia do crime e evidências de que ele seja usuário de drogas.

O suspeito já tem anotações por fato análogo ao crime de roubo e porte de droga, de quando era menor.

Fonte: Extra

Justiça libera 23 torcedores detidos após jogo entre Botafogo e Flamengo, diz Defensoria

Trinta torcedores foram submetidos a audiências de custódia. No total, 46 pessoal foram presas após a partida.

A Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro (DPRJ) informou que obteve decisão favorável para 23 dos 30 torcedores assistidos pela instituição e submetidos a audiências de custódia nesta sexta-feira (18). Eles haviam sido detidos em Madureira, em tumulto após o jogo Flamengo x Botafogo.

Os torcedores foram acompanhados pelo coordenador do Núcleo de Cadeias Públicas e Apoio ao Preso Provisório da DPRJ (Nucapp), João Gustavo Fernandes, e pelo defensor público Guilherme Faislon.

Embora tenha destacado a gravidade dos fatos, o juiz Guilherme Schilling, da Central de Audiências de Custódia, decidiu pela soltura dos presos que não tinham nenhuma passagem anterior. Os demais já tinham condenação anterior ou passagem por alguma confusão e, por isso, permaneceram presos.

Segundo a Defensoria, na noite do jogo, foram detidas 46 pessoal ao total. De acordo com reportagem do Globoesporte.com, torcedores foram presos na noite do jogo depois que o serviço de inteligência do Gepe recebeu uma informação de que haveria torcedores do Botafogo em alguma estação aguardando a torcida do Flamengo sair para uma emboscada.

Fonte: G1

Prefeitura vai receber imagens de câmeras de segurança particulares

Decreto que regulamenta projeto foi publicado no Diário Oficial nesta sexta

 

Proprietários de comércios e prédios residenciais vão poder contribuir com a segurança no Rio com a cessão de imagens de câmeras de segurança para a prefeitura. O Programa Municipal de Videomonitoramento vai receber gravações particulares para monitoramento das vias públicas e análise da mancha criminal. Um decreto foi publicado nesta sexta-feira no Diário Oficial regulamentando o projeto, que já funciona em fase inicial.

Prefeitura vai receber imagens de câmeras de segurança particularesDivulgação

As imagens serão encaminhadas ao Centro de Controle Operacional (CCO), da Guarda Municipal. A equipe do Núcleo de Videopatrulhamento da GM vai analisar a qualidade das gravações levando em conta as estastísticas de crimes da região e a posição da câmera de segurança. A recepção das contribuições, no entanto, ainda deve passar por  estudos de viabilidade técnica do Centro de Operações Rio (COR), em parceria com o Iplan-Rio.

Pessoas físicas ou jurídicas interessadas em ceder imagens à prefeitura devem se cadastrar no site do COR (cor.rio), onde deverão registrar informações como a localização do equipamento e condições técnicas. As câmeras não serão necessariamente monitoradas em tempo real.

Atualmente, o Núcleo de Videopatrulhamento tem acesso a 800 câmeras da prefeitura e outras de parcerias privadas.

 

Fonte: O Dia

Operações realizadas pela PMERJ nesta sexta-feira (18/8)

BPChq – Batalhão de Polícia de Choque realizou operações de vasculhamento e busca e captura nos complexos da Pedreira e Chapadão, obtendo os seguintes resultados:
04 pessoas presas, 01 preso que foi ferido, mas não resistiu, 02 menores apreendidos; 02 Pistolas, 01 Granada e material entorpecente ainda não contabilizado, além de carga de bebidas intacta no valor de R$ 85.000,00 recuperada;, 05 Rádios Transmissores, itens de fardamento24 Veículos roubados recuperados até o momento. Operação finalizada.

BAC (18/08) – Local: Chapadão
Um suspeito detido, quando o batalhão estava em patrulhamento na comunidade do Chapadão, em apoio ao BPChoque. Ocorrência na 39ª DP.

CIA MARÉ – Operação iniciada nesta sexta (18/8), por volta das 13h, na Avenida Brasil, sentido Zona Oeste em frente ao Big Boy, foram verificar informação de encontro de cadáver. No local foi feito contato com a Polícia Civil e a PM ficou preservando o local. Ocorrência com a DH/Barra.

9°BPM (Rocha Miranda) – Comunidades do Jorge Turco, Faz Quem Quer, Cajueiro, Congonha e Terço.
Foram recuperadas 03 motos produto de roubos na Comunidade da Congonha e apreendidos 06 veículos (04 carros e 03 motos) em desacordo com o CTB.

16ºBPM (Olaria) – em operação na Cidade Alta:
02 detidos, 01 pistola 9mm; – 01 granada; 01 radio; – 01 veículo HRV Honda; – 09 máquinas caça-níqueis, 12 pacotes de cigarro da marca Gift.

 27º BPM (Santa Cruz) – ÔNIBUS INCENDIADO – Um ônibus foi incendiado na estrada de Urucânia, proximidades da comunidade do Antares. O motivo seria uma operação realizada pelo batalhão na parte da manhã na comunidade Antares.

Ainda o 27º BPM – Em operação policial para reprimir o tráfico de armas e drogas nas comunidades do Rola e Antares com início por volta das 6h da manhã. Por volta das 14h, na Comunidade de Antares, as equipes avistaram marginais armados no Beco do Cachimbo, que dispararam contra a guarnição. Em seguida, policiais foram informados de que um homem de vulgo “Coroa”, foi alvejado e socorrido por populares, ao Hospital Pedro II. Com ele foi arrecadadas uma Pistola Glock, cal. 40, um carregador com 24 munições e 01 revólver cal. 38 com 05 munições, além de um rádio portátil. Ocorrência encaminhada para a 36ª DP.

41° BPM (Irajá) – realizou operação nesta sexta-feira (18/08), por volta das 10h, na Estrada Almirante Santiago Dantas 149, (bairro 13), para verificar denúncia e foi recebidas por vários tiros dos marginais. No local foi localizada carga que havia sido roubada ontem, no Arco metropolitano.
Após estabilizar o terreno, compareceu ao local o funcionário da Transportadora, que contabilizou todo material recuperado e procedeu, junto com a carga, para a 31ª DP.
Segundo o motorista, está carga foi roubada ontem, por dois criminosos que estavam armados de pistola em um Honda Civic. O motorista teria sido levado para o interior da favela e informou que só foi liberado após terem descarregado o caminhão, que continha: 84 pneus de caminhão (1/3 da carga roubada), no valor de R$ 404.261,54.

41°BPM – Comunidade do Acari
Em operação o batalhão prendeu 02 marginais, que ficaram feridos e socorridos para o Hospital Estadual Carlos Chagas, onde ficaram sob custodia, sendo eles: um de vulgo Ratinho e outro Vulgo Fechamento, sendo apreendido com eles 01 pistola CZ calibre 9mm e 01 radio transmissor.

 

Fonte: PMERJ