Portal procura criminosos que atuam na extensão do Arco Metropolitano

Recompensa para quem souber de informações sobre os homens suspeitos de cometerem os crimes de latrocínio e associação criminosa é de R$ 1 mil

 

O Portal dos Procurados divulgou um cartaz, nesta sexta-feira, oferecendo R$ 1 mil por informações sobre criminosos que atuam na extensão do Arco Metropolitano. De acordo com a polícia, os homens atacam caminhões nos 71 km de extensão do Arco Metropolitano, que liga Itaguaí a Duque de Caxias, e em trechos das rodovias Presidente Dutra e Washington Luís. E os roubos costumam ocorrer sempre no mesmo horário, por volta das 9h.

Homens são procurados por crimes na região do Arco MetropolitanoDivulgação

Os procurados foram identificados como: Jairo Rodrigues Alves, o Paizão ou Jairo Negão; Thiago Rodrigues da Silva, o TH, de 31 anos; Leilson Lima da Costa, o Liu, de 29 anos; Breno da Silva Souza, o Breno, 22; Rafael Leopoldino da Silva, Lorinho, de 24; Geonário Fernandes Pereira Moreno, o Genarinho ou Genário, de 34; Breno Soares Lopes, o Peludinho, de 24; Luiz André Lopes Oliveira, o Coruja, Alex da Conceição, o Chavinho; Russão; Alanzinho; Cara de Mulher; Russinho ou Bigodinho; Queixinho; LC Putaria; Derick Terrível; Teteu; Cebola ou Matuto; Menorzinho; Paibinho ou Paibim e LC do São Jorge.

Com prisão decretada por tráfico de drogas e citado em dez inquéritos de assassinatos que tramitam na Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), Breno da Silva de Souza, de 22 anos, é apontado pela polícia como sendo o responsável pela arquitetura dos roubos, e transformar Japeri em uma filial da facção criminosa que controla o Complexo da Pedreira, na Zona Norte do Rio. Além dele outro bandido procurado é Thiago Rodrigues da Silva, o TH ou Gordo, um dos maiores assaltantes de cargas no Rio de Janeiro. Ele é cunhado de Carlos José da Silva Fernandes, o Arafat, um dos chefes do tráfico da Pedreira, e que se encontra preso.

Alvo de dois mandados de prisão, TH está foragido. Breno integrava outra facção criminosa e já atuava no Guandu, mas em 2015 foi expulso de lá pelo então chefe do tráfico. Em 2016, com apoio da Pedreira, retomou a região.

Em decisão emitida pelo Juízo da 1ª Vara Criminal de Japeri, foram emitidos mandados de prisão contra os 21 criminosos que fazem parte dessa quadrilha, pelos crimes de Latrocínio (Art. 157, § 3º, 2ª parte – CP) E Associação Criminosa (Art. 288 – Código Penal) N/F Concurso Material (Art. 69 – Cp).

Quem tiver qualquer informação a respeito da localização dos envolvidos, e dos nomes do identificados somente pelos apelidos, favor denunciar pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram dos Procurados (21) 98849-6099; pela mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177, pelo facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/, ou pelo aplicativo do DD. Em todos os canais de denúncias, o anonimato é garantido.

 

Fonte: O Dia

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s