PMs de todo estado fazem curso para saber como agir nas ruas, no Rio

Um grupo de PMs de todo o estado participou no Rio de um curso com agentes do Batalhão de Operações Especiais Operações (Bope) sobre como agir nas ruas. As lições que os 150 alunos, de três turmas aprenderam são importantes para toda a sociedade.

“A ideia do programa é oferecer aos oficiais e à toda tropa da Polícia Militar um treinamento continuado além da formação no Cefap, na academia, todos os policiais continuam treinando, se capacitando para oferecer cada vez um produto cada vez melhor para o cidadão”, explicou a porta-voz da PM, tenente Tatiana Lima.

Além das aulas teóricas, os policiais também tiveram aulas práticas. Na Academia da PM, em Sulacap, na Zona Oeste da cidade, eles participaram de simulações e também receberam instruções sobre como transportar o fuzil no carro e como desembarcar com rapidez e segurança.

A abordagem a veículos também fez parte do treinamento. O curso aconteceu num momento em que ações da PM são questionadas.

Imagens divulgadas pela revista Veja há duas semanas, mostraram um policial atirando com fuzil na direção de um carro durante uma perseguição. A suspeita era de que havia bandidos no veículo. Mas eram amigos voltando de uma festa. Atingida por um dos disparos, a jovem Haíssa Mota não resistiu e morreu.

Há sete anos, o menino João Roberto, de 3 anos, também foi baleado por PM dentro do carro, na Zona Norte do Rio. Na época, os policiais alegaram que confundiram o veículo com o de criminosos. Os agentes foram expulsos da corporação e um deles responde na justiça por homicídio.

Para evitar que situações como essas se repitam, oficiais de batalhões da PM de todo o estado participaram do curso. Eles vão ter a missão de repassar aos colegas o que aprenderam aqui.

O julgamento do PM acusado de matar o menino João Roberto será nesta quinta-feira (29), Os dois policiais que perseguiram Haíssa estão presos. Eles foram denunciados por homicídio duplamente qualificado, mas ainda não foram julgados.

Fonte: G1

Anúncios

Homem é encontrado morto na Penha

Um homem foi encontrado morto na manhã desta quinta-feira, na Avenida Braz de Pina, no bairro da Penha, Zona Norte. Segundo informações da polícia, a vítima, que não teve o nome revelado, tinha ido a casa da namorada na noite anterior e não havia retornado. Agentes da Divisão de Homicídios (DH) da Capital fizeram perícia no local e chamarão familiares e amigos da vítima para prestar depoimento.

Os policiais estão à procura de possíveis testemunhas e imagens de câmeras de segurança instaladas na região para análise. As investigações estão em andamento para apurar o fato.

Fonte: O Dia

Preso integrante de ‘Comando Caipira’, quadrilha especializada em roubo a bancos

Um dos integrantes do ‘Comando Caipira’, quadrilha especializada em assaltos a carros fortes e bancos em três estados, Rogerio Oliveira Vieira, conhecido como ‘RG’ e ‘Zico’, foi preso nesta quinta-feira. Agentes da Delegacia de Roubos e Furtos cumpriram um mandado de prisão por roubo expedido contra ele.

De acordo com os policiais, o acusado, que tem nove passagens por diversos crimes, foi preso em Padre Miguel, na Zona Norte. Titular da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), o delegado Márcio Braga ainda não deu detalhes da prisão.

Quadrilha agiu no Rio, Minas e Espírito Santo

Há mais de 10 anos praticando crimes, os integrantes do Comando Caipira agiram nos municípios do norte do Rio de Janeiro e nos estados de Minas Gerais e Espírito Santo. Em 2007, a Polícia Civil chegou a prender José Costa do Nascimento, considerado um dos maiores assaltantes de bancos do país.

O bandido foi preso em sua casa, no bairro de Sulacap, na Zona Oeste do Rio, após uma denúncia anônima. José Costa foi condenado em vários estados. Na época em que foi preso novamente, ele cumpria pena em regime semi-aberto por um crime de roubo, mas estava foragido da prisão.

Fonte: O Dia

Policial militar da UPP é assassinado na Cidade de Deus

Um policial militar da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Cidade de Deus foi morto na madrugada desta quinta-feira na comunidade da Zona Oeste. O soldado Bruno Guimarães Miguez, de 30 anos, fazia patrulhamento na localidade conhecida como Apartamentos quando foi baleado na cabeça. De acordo com os PMs que estavam no local, ele primeiro foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Cidade de Deus e depois transferido para o Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, onde faleceu.

Soldado da UPP Bruno Miguez, de 30 anos, morreu após ser baleado durante patrulhamento na Cidade de Deus. Ele estava casado há três meses

Foto:  Reprodução Facebook

Segundo a assessoria da Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP), um segundo policial também foi ferido de raspão no ombro. Ele foi medicado na UPA e liberado em seguida. O policiamento está reforçado na comunidade e a ocorrência foi registrada na 32ªDP (Taquara).

A morte de Bruno Miguez, que estava desde 2010 na PM, foi a terceira envolvendo um policial militar no Rio e Região Metropolitana nos primeiros 29 dias de 2015. No dia 6, o soldado Caio Robson da Silva Lins morreu durante confronto no Morro do São Carlos, no Estácio. Ele era lotado na UPP da comunidade. Já no dia 17, o soldado José Rafael de Freitas Pacheco, do 15ºBPM (Duque de Caxias), morreu após ser baleado durante uma perseguição na Rodovia Washington Luiz, em Duque de Caxias.

Fonte: O Dia

Tiros no Juramento voltam a assustar moradores em Vicente de Carvalho

Uma troca de tiros, por volta das 22h desta quarta-feira no Morro do Juramento, em Vicente de Carvalho, na Zona Norte do Rio, voltou a preocupar moradores do bairro e de adjacências. Nas redes sociais foram feitos vários relatos e enviados áudios dos supostos disparos. “Tiros no Morro do Juramento!!! Começou… Acabou a paz”, escreveu um usuário ao WhatsApp do Dia (98762-8248), às 22h32.

De acordo com o 41º BPM (Irajá) disparos foram ouvidos durante a noite no Juramento, mas não houve registro de feridos ou apreensões. O Serviço Reservado (P-2) do batalhão informou ainda que a comunidade está ocupa pela polícia.

Fonte: O Dia

Operação realiza prisões e apreende fuzis no Morro do Dendê, na Ilha

– Policiais militares do 17º BPM (Ilha do Governador) realizam uma operação contra o tráfico no Morro do Dendê, na Ilha do Governador, na Zona Norte, na manhã desta quinta-feira. Até o momento três pessoas foram presas e três fuzis foram apreendidos.

De acordo com a PM, um dos presos é foi reconhecido como o traficante “Neves”. Com eles foram apreendidos três fuzis AK-47, 12 carregadores de fuzil, sendo três do tipo cilíndrico e três granadas. Os policiais ainda permanecem em operação na comunidade.

Fuzis, granadas e munições apreendidas com presos no Morro do Dendê, na Ilha

Foto:  Divulgação

Fonte: O Dia

PMs fazem operação em comunidade de Senador Camará

Policiais do 14ºBPM (Bangu) realizam nesta quinta-feira uma operação na comunidade do Sapo, em Senador Camará, na Zona Oeste. No momento da chegada dos PMs ao local houve uma troca de tiros e um suspeito acabou sendo baleado e encaminhado para o Hospital Estadual Albert Schweitzer, em Realengo.

Um fuzil AR-15 foi apreendido pelos PMs do 14ºBPM (Bangu) durante operação na comunidade do Sapo, em Senador Camará

Foto:  Divulgação

Com ele os PMs apreenderam um fuzil AR-15, uma granada e um radio transmissor. A ocorrência foi encaminhada para a 34ªDP (Bangu).

Fonte: O Dia