Complexo do Lins tem manhã de intensa troca de tiros

Operação na comunidade movimentou dois batalhões e a UPP; moradores relatam manhã de intranquilidade

 

A manhã de sexta-feira começou com intensa troca de tiros entre policiais e criminosos no Complexo do Lins, na Zona Norte do Rio. Agentes da Unidade de Polícia Pacificadora da comunidade, além de contingente do 3º BPM (Méier) e do 16º BPM (Olaria), inclusive com a presença de blindados, ocuparam o conjunto de favelas para recuperar veículos e cargas roubadas na região.

A ação chegou ao fim às 13h, e teve um homem preso com posse de drogas. Sete carros e uma moto foram recuperadas, além de um caminhão de carga de margarina. Além deles, os policiais também apreenderam seis máquinas caça-níqueis e 25 litros de loló. Todos os materiais apreendidos foram conduzidos para a Cidade da Polícia, na Zona Norte, onde o caso foi registrado.

GALERIA DE FOTOS

Operação no Complexo do Lins tem intenso tiroteio

Operação da PM no Complexo do Lins apreendeu motos e carros. Policiais trocaram tiros com criminosos durante a manhã

Operação da PM no Complexo do Lins apreendeu motos e carros. Policiais trocaram tiros com criminosos durante a manhãSEVERINO SILVA/AGÊNCIA O DIA

Operação da PM no Complexo do Lins apreendeu motos e carros. Policiais trocaram tiros com criminosos durante a manhã

Operação da PM no Complexo do Lins apreendeu motos e carros. Policiais trocaram tiros com criminosos durante a manhãSEVERINO SILVA/AGÊNCIA O DIA

Operação da PM no Complexo do Lins apreendeu motos e carros. Policiais trocaram tiros com criminosos durante a manhã

Operação da PM no Complexo do Lins apreendeu motos e carros. Policiais trocaram tiros com criminosos durante a manhãSEVERINO SILVA/AGÊNCIA O DIA

Operação da PM no Complexo do Lins apreendeu motos e carros. Policiais trocaram tiros com criminosos durante a manhã

Operação da PM no Complexo do Lins apreendeu motos e carros. Policiais trocaram tiros com criminosos durante a manhãSEVERINO SILVA /AGÊNCIA O DIA

Operação da PM no Complexo do Lins apreendeu motos e carros. Policiais trocaram tiros com criminosos durante a manhã

Operação da PM no Complexo do Lins apreendeu motos e carros. Policiais trocaram tiros com criminosos durante a manhãSEVERINO SILVA/AGÊNCIA O DIA

PMs trocaram tiros com criminosos durante incursão no Complexo do Lins, na Zona Norte

PMs trocaram tiros com criminosos durante incursão no Complexo do Lins, na Zona NorteSEVERINO SILVA/AGÊNCIA O DIA

Nas redes sociais, moradores da região relatam a intranquilidade de quem passa por ruas próximas desde às 6h da manhã. Por conta do tiroteio, a Secretaria Municipal de Educação informou que uma escola, um espaço de desenvolvimento infantil e três creches da região não funcionaram, deixando 1.307 alunos sem aulas.

Operação também em Jacarepaguá

A PM também realiza, nesta sexta, operação no Morro da Covanca e no Caminho do Outeiro, em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio. Policiais do 18° BPM (Jacarepaguá) estão na comunidade, mas até o momento, não há balanço de prisões e apreensões.

Ver imagem no Twitter
Fonte: O Dia

PF realiza operação contra venda de anabolizantes e esteroides

Agentes cumprem mandados em Brás de Pina, Irajá e Barra. Endereços de São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina e Espírito Santo também são alvo de investigação

 

A Polícia Federal realiza uma operação contra a venda ilegal de anabolizantes, na manhã desta sexta-feira, em diversos pontos do Rio de Janeiro. Agentes cumprem mandados de busca e apreensão, expedidos pela Justiça de São Paulo, em Brás de Pina e Irajá, Zona Norte da cidade, além da Barra da Tijuca, Zona Oeste.

Segundo a PF, a substância entrava no país pela região Sul e era distribuído em São Paulo, que comercializava para diversos estados, incluindo o Rio. Ao todo, Estão sendo cumpridos 30 mandados de prisão e 75 de busca e apreensão no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo.

As investigações da chamada Operação Proteína começaram em julho de 2016, depois que a Polícia Federal recebeu informações sobre o comércio dessas substâncias ilícitas em academias, lojas de suplementos alimentares e por particulares, no município gaúcho de Rio Grande.

As investigações resultaram numa primeira operação, chamada de Black Dragon, deflagrada em dezembro do ano passado. Ela descobriu que os produtos eram fornecidos pelos três grupos criminosos, baseados em São Paulo. Eles importavam irregularmente essas substâncias do Paraguai, Argentina e Índia.

Segundo a Polícia Federal, há indícios de falsificação e comercialização de medicamentos adulterados, como hormônios de crescimento, e de aquisição de anabolizantes no mercado interno, de forma fraudulenta, desviados para revenda clandestina.

A PF estima que as três organizações criminosas movimentavam R$ 2 milhões por mês. Os grupos contavam, inclusive, com a participação de policiais federais, civis e militares.

 

Fonte: O Dia

Após assalto, suspeito é baleado e morto por ocupante de um carro na Tijuca

Policial militar e a moto usada pelos assaltantes
Policial militar e a moto usada pelos assaltantes Foto: WhatsApp do Extra

Um homem foi baleado em uma troca de tiros na manhã desta sexta-feira na Rua Haddock Lobo, na Tijuca, na Zona Norte do Rio. Segundo a Polícia Militar, o homem foi atingido por ocupantes de um carro que passava pelo local. Ele foi socorrido por bombeiros e levado para o Hospital municipal Souza Aguiar, mas já chegou sem vida à unidade, segundo a Secretaria municipal de Saúde.

Segundo informações do 4ºBPM (São Cristóvão), policiais foram acionados para verificar ocorrência na Rua Haddock Lobo, na Tijuca, onde foi encontrado um homem ferido por disparo de arma de fogo.

Bombeiros socorrem um dos ladrões que foi baleado na Tijuca
Bombeiros socorrem um dos ladrões que foi baleado na Tijuca Foto: WhatsApp do Extra

Testemunhas relataram aos policiais, que o homem estaria em uma motocicleta junto de outro homem praticando roubos na região quando um carro avistou a situação e seus ocupantes efetuaram disparos contra a dupla.

O veículo e o segundo suspeito na moto fugiram do local. Duas vítimas de roubo estão sendo conduzidas para delegacia da área e buscas estão sendo feitas na região.

Fonte: Extra

TRAFICANTE DE DROGAS É PRESO NA LAPA PRESENTE

IMG-20170622-WA0011

Policiais da Operação Lapa Presente, durante patrulhamento de rotina, na noite de ontem, 21, na rua do Resende, tiveram a atenção voltada para Eduardo Kaique Ferreira, 23, em atitude suspeita e aparentemente simulando falar ao aparelho celular. Diante da atitude suspeita, a guarnição formada pelo subtenente Machado, sargento H. Martins e agentes civis Marco Aurélio e Davi realizaram a abordagem e, após revista minuciosa na rua Carlos Sampaio, proximidades do n° 64, lograram êxito em encontrar dentro da bermuda, na altura da genitália, um saco plástico de cor verde contendo 150 pinos e 53 papelotes, ambos de cocaína, e mais 132 papelotes de crack perfazendo um total de 335 unidades de substâncias ilícitas.

Diante do flagrante, os agentes deram voz de prisão ao detido e conduziram à 5ª DP (Mem de Sá). Durante a condução Eduardo informou que a droga saiu do Morro dos Prazeres e estava levando-a para uma “boca” de sua responsabilidade na rua do Resende.

Ainda no trajeto, o detido tentou negociar a sua liberdade oferecendo, inicialmente, a quantia de R$: 3.000,00 e, posteriormente, o valor de R$: 10.000,00. Após a apreciação da autoridade policial judiciária foi lavrado auto de prisão em flagrante de tráfico de drogas e corrupção ativa.

A Operação Lapa Presente, sediada na Praça dos Arcos da Lapa, é coordenada pelo major PM Laureano e pelo subcoordenador capitão PM Hora.

LAPA PRESENTE DETÊM SUSPEITOS DE ROUBOS

IMG-20170622-WA0012

 

Agentes da Operação Lapa Presente, durante patrulhamento de rotina, na noite de ontem, 21, na rua Luiz de Camões, tiveram a atenção voltada para dois elementos identificados como Pedro da Silva Inácio, 30, e Rodrigo Rosário Rodrigues, 30, que, ao visualizarem o policiamento, demonstraram inquietação.

Diante da atitude suspeita, a guarnição formada pelo subtenente Machado, sargento H. Martins e agente civil Marco Aurélio realizaram a abordagem e, durante revista minuciosa, encontraram sendo dentro da calça do nacional Pedro, na altura da genitália, 02 aparelhos celulares que o mesmo disse que era dele, mas que não sabia as senhas para desbloqueio, pois havia acabado de comprar de um elemento na Uruguaiana.

A ocorrência foi conduzida a 5ª DP (Mem de Sá) onde após a apreciação da autoridade policial judiciária foi lavrado a apreensão dos 02  aparelhos celulares.

A Operação Lapa Presente, sediada na Praça dos Arcos da Lapa, é coordenada pelo major PM Laureano e pelo subcoordenador capitão PM Hora.

LAPA PRESENTE APREENDE SUBSTÂNCIAS ENTORPECENTES  E DINHEIRO DO TRÁFICO

 

IMG-20170622-WA0013

 

Policiais da Operação Lapa Presente, durante patrulhamento de rotina, na noite de ontem, 21, receberam um informe de um colaborador que no interior da vila, localizada na Rua Lavradio n° 122, um cidadão, de identidade ignorada, estaria escondendo drogas dentro de uma máquina de lavar. De imediato, a guarnição formada pelos cabos Kleber, Batista e Garcia e os agentes civis Wagner e Davi procederam até o local onde após buscas lograram êxito em encontrar, no interior da referida máquina de lavar, 13 (treze) papelotes de pó branco com características de cocaína, 15 (quinze) papelotes de pó e pedras amareladas com características de crack e R$: 177,00 , em espécie, comprovando a veracidade da informação.

Diante dos fatos, a ocorrência foi conduzida a 5ª DP (Mem de Sá) onde após a apreciação da autoridade policial judiciária foi lavrado auto de apreensão de substâncias entorpecentes e do valor em espécie.

A Operação Lapa Presente, sediada na Praça dos Arcos da Lapa, é coordenada pelo major PM Laureano e pelo subcoordenador capitão PM Hora.

 

PM divulga esquema de policiamento do jogo Flamengo x Chapecoense

A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro divulga o esquema de policiamento para o jogo dessa quinta-feira (22/06), entre Flamengo e Chapecoense, às 21h, pelo Campeonato Brasileiro, no Estádio Luso-Brasileiro “Ilha do Urubu”, Ilha do Governador. O Grupamento Especial de Policiamento em Estádios (GEPE) estará atuando com 130 policiais na parte interna do estádio e o 17º Batalhão de Polícia Militar (Ilha do Governador) atuará com  policiais no entorno do Estádio.

Além do efetivo escalado, haverá também o apoio do Batalhão de Choque, do Regimento Montado e do Batalhão de Ações com Cães nas estações ferroviárias, rodoviárias e metrô.

 

Fonte: PMERJ