Tiroteio no Alemão deixa PM ferido e para teleférico

O teleférico do Complexo do Alemão
O teleférico do Complexo do Alemão Foto: Pablo Jacob / O Globo / Arquivo
Um soldado de uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio, foi ferido num tiroteio ocorrido na tarde desta terça-feira. O PM foi socorrido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da comunidade e não há informações sobre o estado de saúde dele. Por causa do confronto, o teleférico do Alemão teve a circulação suspensa às 13h35m.
Em nota, a assessoria de imprensa das UPPs informou que o tiroteio começou depois que bandidos atiraram em policiais que estava fazendo um patrulhamento. Segundo o órgão, o policiamento na comunidade foi reforçado.
“Segundo o comando da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Adeus / Baiana, policiais estavam em patrulhamento pela Rua Aquiri, quando foram recebidos a tiros por criminosos. Houve confronto e um soldado foi atingido e socorrido para a UPA do Alemão. O policiamento foi reforçado na comunidade”.

Fonte: Extra

Jovem é encontrada morta após fazer aborto em clínica clandestina em Benfica

Mulher foi encontrada com corte na barriga
Mulher foi encontrada com corte na barriga Foto: Reprodução

A 21ª DP (Bonsucesso) investiga a morte de uma jovem de 28 anos, ocorrida após ela fazer um aborto numa clínica na Zona Norte do Rio. O corpo de Caroline de Souza Carneiro, de 28 anos, foi encontrado na Rua Ana Porto, no bairro Senhor do Bonfim, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Duas pessoas estão sendo ouvidas na 21ª DP. Já o namorado da vítima é ouvido pela polícia em Paraíba do Sul, município no Centro Fluminense, cidade onde Caroline morava com a família.

Jovem trabalhava em clínica de estética, em Três Rios
Jovem trabalhava em clínica de estética, em Três Rios Foto: Reprodução

— Ela saiu de casa no dia 19 para fazer uma cirurgia de aborto. A cirurgia foi combinada por ela e pelo namorado. O corpo foi encontrado na noite do mesmo dia em Duque de Caxias — disse Wellington Vieira, delegado-titular da 21ª DP.

Segundo o namorado da jovem, Caroline saiu de casa na madrugada de sexta-feira, em Paraíba do Sul, e chegou na rodoviária do Rio por volta das 7h. Ela disse que deveria ser procurada em uma casa de repouso, na Rua Ana Nery, no bairro de Benfica, na Zona Norte. Ela estava grávida há 5 meses, porém a família não sabia sobre a gestação.

Clínica fica em benfica
Clínica fica em benfica Foto: Reprodução

Após o namorado avisar a família, um primo veio ao Rio procurar a jovem. Ele foi no endereço indicado pela jovem e confirmou que haviam pessoas que faziam parte da clínica no local. A Polícia Civil foi ao endereço e os agentes descobriram que o proprietário do imóvel é um homem que foi preso em 2013 por aborto, porém foi solto. O prédio onde as cirurgias eram realizadas fica a aproximadamente um quilômetro do imóvel.

O dono do clínica foi preso em 2013 por aborto
O dono do clínica foi preso em 2013 por aborto Foto: Reprodução

O corpo de Caroline foi encontrado com um corte na barriga, o que levou a polícia a concluir que ela morreu em decorrência da cirurgia. Os integrantes da quadrilha vão responder por homicídio, formação de quadrilha e ocultação de cadáver.

Material apreendido pela polícia
Material apreendido pela polícia Foto: Reprodução

A jovem foi enterrada nesta segunda-feira, em Paraíba do Sul.

Jovem estava grávida de 5 meses
Jovem estava grávida de 5 meses Foto: Reprodução

Outros casos

Abortos clandestinos provocaram as mortes de pelo menos outras duas mulheres no Rio em 2014. Em agosto daquele ano, Jandira Magdalena dos Santos Cruz, de 27 anos, esteve numa clínica em Campo Grande, na Zona Oeste da capital, para fazer o procedimento. O corpo dela foi encontrado carbonizado dias depois em Mangaratiba, no Sul Fluminense. No ano passado, a Justiça determinou que os responsáveis pela morte e ocultação de cadáver fossem levados a júri popular.

Em setembro, Elizângela Barbosa, de 32 anos, morreu após fazer um aborto numa casa no bairro do Sapê, em Niterói, na Região Metropolitana. O caso foi investigado pela Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo, que descobriu que a mulher deu entrada já morta no Hospital estadual Azevedo Lima, ainda em Niterói.

Fonte: Extra

UPP Rocinha promove treinamento esportivo com campeã do UFC

Imagens

O evento contou com a presença da campeã contou com a presença da campeã brasileira de MMA, Jessica Andrade.

 

A Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Rocinha, por meio do policiamento de proximidade, promoveu, no último sábado (20), um treinamento beneficente de artes marciais com crianças e adolescentes inscritos no projeto de prevenção UPP Fight. O evento foi realizado no centro de treinamento do

projeto, localizado na quadra da Cachopa, e contou com a presença da campeã brasileira de MMA, Jessica Andrade, além de outros atletas da equipe Paraná Vale Tudo.De acordo com o soldado Walmor de Souza, o projeto oferece diversas modalidades esportivas gratuitas para moradores. Para ele, o trabalho social com a comunidade legitima a presença dos policiais, além de um celeiro de talentos.

Prestigiando o evento, a madrinha do projeto e atleta Jéssica Andrade comentou que o esporte proporcionou grandes conquistas em sua vida. De infância humilde, ela citou algumas de suas antigas profissões, dentre elas de tratorista até seu ingresso nas artes marciais e o início de uma carreira vitoriosa. “Estou muito feliz de estar aqui e dizer a vocês que uma profissão bem sucedida necessita de empenho, dedicação e disciplina”.

Na avaliação da comandante da Unidade, major Camille Jubram, o esporte possui um grande poder de transformação social. Ela parabenizou e agradeceu ao policial Walmor o profissionalismo e afinco como conduz o projeto, a credibilidade e confiança junto aos moradores e parceiros, além de destacar a contribuição do esporte na formação de cidadãos por meio de seus valores éticos.

 

Fonte: PMERJ/UPP-RJ

Polícia busca suspeito de matar motorista de Uber em Niterói, RJ

Delegado espera que ele se entregue.
Dentro da Kombi de Mayk perícia encontrou um porrete.

A Polícia Civil espera prender nas próximas horas o homem acusado de matar um motorista do Uber, em Niterói, na Região Metropolitana. Policiais da Divisão de Homicídios de Niterói passaram o dia à procura do motorista de transporte alternativo Mayk dos Santos, de 38 anos.

No sábado (20) à noite, segundo testemunhas, ele matou com um tiro no peito na principal rua do Centro de Niterói o motorista de Uber Iuri de Alcântara, de 24 anos. Eles teriam discutido por causa de uma vaga para estacionar.

A Kombi de Mayk foi apreendida para perícia. Dentro dela foi encontrado um porrete de madeira. O motorista da Kombi foi indiciado pelos investigadores por homicídio qualificado. A pena pode passar de 20 anos de prisão.

“Estamos já cumprindo diversas diligências no sentido de cumprir esse mandado. E pelo que parece o Mayk encontra-se foragido e vamos agora imaginar que ele possa se entregar aqui. Nós não vamos parar as diligências enquanto não cumprirmos esse mandado de prisão”, disse o delegado Fábio Barucke.

 

Fonte: G1

PM acha granada em carro abandonado na Pavuna, no Rio

Carro chamou a atenção por estar com porta aberta e mal estacionado.
Veículo consta como roubado no dia 21 de junho.

Policiais encontram granada dentro de carro na Pavuna nesta terça (23) (Foto: Divulgação Polícia Militar do RJ)Policiais encontram granada dentro de carro na Pavuna nesta terça (23) (Foto: Divulgação Polícia Militar do RJ)

 

Policiais do 41º BPM (Irajá) encontraram uma granada dentro de um carro parado na Rua José Thomás, na Pavuna, por volta das 7h30 desta terça-feira (23). O carro estava mal estacionado e com a porta entreaberta. Segundo os policiais, o carro consta como roubado na área da 39º DP (Pavuna), em 21 de junho.

A granada intacta, segundo os policiais, foi achada embaixo do banco do motorista. Os policiais aguardam a chegada do reboque para levar o carro para o Pátio Legal. O caso vai ser registrado na 39ª DP.

 

Fonte: G1

Moradores do Centro de Nova Iguaçu vão ganhar base com 120 policiais militares

Centro de Nova Iguaçu vai ganhar sua primeira base destacada da PM
Centro de Nova Iguaçu vai ganhar sua primeira base destacada da PM Foto: Cléber Júnior / Extra

 

Os moradores do Centro de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, vão ganhar em 40 dias a primeira companhia destacada do 20º BPM (Mesquita) na região. O terreno para uso dos policiais militares foi cedido pela prefeitura do município à corporação e funcionará em um prédio ao lado da antiga sede da 52ª DP (Nova Iguaçu), na Rua Tabelião Murilo Costa. Na área de 1,4 mil metros quadrados ficarão baseados 120 homens e 12 viaturas.
Base fixa da PM ficará nas proximidades da Faetec no bairro da Cacuia
Base fixa da PM ficará nas proximidades da Faetec no bairro da Cacuia Foto: Cléber Júnior / Extra
O comandante do batalhão, tenente-coronel Christiano Dantas, estima que a medida vá beneficiar diretamente cerca de 100 mil moradores do centro comercial de Nova Iguaçu. Dantas já esteve no local junto com o prefeito Nelson Bornier para apontar as reformas necessárias no espaço, como a necessidade de cozinha, refeitório e alojamento. As intervenções no galpão, que são custeadas co ajuda do setor privado, começaram nesta segunda-feira.
– Esta companhia destacada vai ser fundamental para reduzirmos os níveis de criminalidade nesta região – destacou o comandante, que conta atualmente com 984 policiais para cobrir Mesquita, Nilópolis e Nova Iguaçu, cuja população soma mais de um milhão de habitantes.
O comerciante David de Oliveira, de 54 anos, acompanhou de perto as primeiras movimentações na nova base da PM e ficou esperançoso de viver dias mais tranquilos. Apesar de nunca ter sido assaltado, ele disse já ter visto muitos por ali, principalmente, nos últimos meses.
David de Oliveira espera que nova base traga diminuição nos índices de criminalidade
David de Oliveira espera que nova base traga diminuição nos índices de criminalidade Foto: Cléber Júnior / Extra
– Depois que a delegacia saiu daqui (hoje a 52ª DP funciona perto da rodoviária da cidade, também no Centro), aumentou e muitos os roubos. A presença da PM vai trazer mais segurança para todos os moradores – disse David.
De acordo com dados do Instituto de Segurança Pública (ISP), em junho deste ano, foram registrados 227 roubos a pedestres na região do Centro de Nova Iguaçu, contra 82 no mesmo período do ano passado.
A prefeitura de Nova Iguaçu também irá ceder um outro terreno à Polícia Militar no bairro da Cacuia, que é cercado por favelas, além de ser muito utilizado por bandidos que atuam na região de Austin como rota de fuga para acessar a Rodovia Presidente Dutra. Nesta área, nas proximidades da Faetec, será instalada uma cabine fixa da PM.

Antiga delegacia pode virar hospital

 

Antiga delegacia pode virar hospitalAntiga delegacia pode virar hospital Foto: Cléber Júnior / Extra

O prédio onde por mais de 20 anos funcionou a 52ª DP (Nova Iguaçu) ainda está de pé, servindo de sede para trabalhos de perícia e da coordenadoria de acervo cartorário, mas basta passar por ele para ter a certeza de seu abandono. Do lado de fora, além da fachada completamente desgastada, é possível ver fiações expostas e buracos. O prefeito de Nova Iguaçu, porém, quer dar um novo destino ao terreno.
Sede de delegacia está com estrutura precária
Sede de delegacia está com estrutura precária Foto: Cléber Júnior / Extra
— Estamos estudando a possibilidade de transformar esse espaço em um anexo do Hospital Iguassú. O que já vamos fazer é dar um pouco de dignidade e melhorar essa fachada da delegacia junto com a inauguração da companhia destacada — prometeu Bornier.
No mês que vem, o 20º BPM (Mesquita) ganha uma companhia destacada no bairro de Marapicu. Esta irá atender aos bairros do corredor da Estrada de Madureira, rodeado por favelas com tráfico e regiões com milícia. Em agosto do ano passado, a prefeitura entregou ao batalhão a companhia destacada da Cerâmica.
Base da PM em Marapicu será entregue no mês que vem
Base da PM em Marapicu será entregue no mês que vem Foto: Thiago Loureiro / Divulgação
— Essa base que vamos ganhar no Centro é diferente porque faremos nossa rendição lá. Ou seja, só vamos precisar ir ao batalhão agora para colocar gasolina nas viaturas — explicou o major Diogo Lima, coordenador operacional do 20º BPM.

Fonte: Extra

PM morre após ser baleado em favela de São Gonçalo

O subtenente chegou a ser levado para um hospital, mas não resistiu
O subtenente chegou a ser levado para um hospital, mas não resistiu Foto: Reprodução

Um subtenente da Polícia Militar morreu após ser baleado em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio, na noite desta segunda-feira. Lotado no batalhão do município, o PM foi atingido ao se deparar com criminosos na favela da Lodial, no bairro Boaçu. Houve confronto no local.

De acordo com a Polícia Militar, o subtenente, identificado como Roterdan, chegou a ser levado para o Hospital estadual Alberto Torres, no Colubandê, também em São Gonçalo, mas não resistiu aos ferimentos. Ele foi atingido na parte lateral do corpo, na região abaixo de um dos braços. Não há informação de suspeitos presos ou feridos.

O caso deve ser investigado pela Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí. Pelas redes sociais, internautas lamentaram a morte do policial: “Paz e luz para o companheiro que se vai e força e união para a família que fica!”, escreveu uma mulher. “Onde vamos parar?”, questionou outro usuário.

Fonte: Extra